© 2015 Dr Hailson Fabio
Suporte HF Cursos Terapias Integrativas
Atendimento em Horário Comercial
WhatsApp: (22) 998978414

Tire suas dúvidas: Tudo sobre Ímãs

October 4, 2015

 

Ímã (=magneto, magnet em inglês, magnete em italiano, iman em espanhol) – um ímã é um objeto feito de certos materiais que cria um campo magnético constante. Cada ima tem pelo menos um polo norte e um polo sul. Por convenção, dizemos que as linhas magnéticas saem do polo norte do ímã e entram no polo sul do mesmo ímã. Este é um exemplo de um dipolo magnético (“di” significa 2, ou seja, 2 polos).

Se você pegar uma barra de ímã e quebra-la em 2 pedaços, cada pedaço terá novamente um polo sul e um polo norte. Se você pegar os pedaços e novamente quebra-los, terá então 4 ímãs, cada um com 1 polo sul e um polo norte. Não importa quantas vezes você dividir o imã em pedaços, cada um dos imãs resultantes terá um polo sul e um polo norte.

 

Ainda não foi mostrado ser possível terminar este processo (de quebrar sucessivamente um ímã em imas menores) e terminar chegando num único polo norte ou num único polo sul, o que seria um “monopolo" (“mono” significa um ou único, ou seja, um polo único). 

 

Polo Magnético – Uma área onde as linhas de fluxo magnético são concentradas.  

Polo Norte – o polo Norte de um ímã é aquele que é atraído pelo polo norte magnético da Terra. Este polo que busca o norte é identificado pela letra N. Por convenção, as linhas de fluxo magnético partem do polo norte em direção ao polo sul. 

Polo Sul (South Pole do inglês) – O polo Sul de um ímã é o polo magnético que é atraído pelo polo Sul da Terra.  Este polo que busca o sul é identificado pela letra S. Por convenção universalmente aceita, as linhas de fluxo magnético partem do polo norte em direção ao polo sul.

 

Gauss – Unidade de indução magnética, B. Linhas de fluxo magnético por centímetro quadrado no sistema C.G.S. Equivalente a linhas por polegada quadrada no Sistema Inglês e Webers por metro quadrado ou Tesla no Sistema S.I.  

Gauss meter (Medidor de Gauss ou Gauss Meter) - é um instrumento usado para medir o valor instantâneo da indução magnética B, normalmente medida em Gauss (C.G.S.).

  

 

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE OS ÍMÃS

 

1. Como posso identificar os polos de um ímã?

Existem vários métodos simples que podem ser utilizados para identificar os polos norte e sul de um ímã:

 

a. O método mais simples, obviamente, é a utilização de um segundo ímã que já tenha um polo marcado. O polo norte do imã marcado vai ser atraído pelo polo sul do outro ímã.

 

b. Pegue uma quantidade par de ímãs e insira um barbante no meio deles deixando-os pendurados de forma que possam girar livremente. O polo norte dos imãs irá eventualmente se posicionar em direção ao norte. Esse “comportamento magnético” na verdade contradiz a teoria de que os polos opostos de atraem (ou os polos iguais se repelem), mas isto se explica por que a denominação das polaridades de um ímã (norte / sul) vem de antigamente quando os polos eram chamados de “north-seeking” and “south-seeking” (o polo que buscava o polo sul era o polo norte e vice versa). Estas denominações foram abreviadas ao longo do tempo para polos “norte” e “sul”, como hoje são conhecidos/denominados.

 

c. Se você possuir uma bússola portátil, a extremidade da agulha que aponta para o norte vai ser atraída pelo polo sul do ímã.

 

d. O método mais simples e eficaz é a utilização de um dispositivo identificador de polaridade magnética. Existem vários modelos, desde os mais simples, até os sofisticados Gauss Meters (ou Gausimetros) que, não só identificam a polaridade como medem o fluxo magnético.

 

2. Um polo é mais forte do que o outro?

 

Não, ambos os polos, de um determinado ímã permanente, tem a mesma “força” ou campo magnético.